CIGA assina parceria para a fiscalização de obras

Created with Sketch.

CIGA assina parceria para a fiscalização de obras

fiscalizacao-de-obras

Este ano foi de muitas parcerias para o CIGA com destaque para a cooperação firmada com o Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU/BR) e com o Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Santa Catarina (CAU/SC).  As entidades se uniram para potencializar a fiscalização de obras e serviços de arquitetura nos municípios do Estado. 

A iniciativa permitirá a troca de informações entre os Conselhos e os municípios consorciados para aperfeiçoamento do padrão da fiscalização do exercício profissional. O objetivo é erradicar as obras irregulares em Santa Catarina. “Nós faremos a intermediação da troca de dados, os municípios passarão os dados ao CAU e o CIGA vai captar os dados dos municípios e vai liberando, habilitando e capacitando os usuários nos municípios para o encaminhamento ao CAU”, explica o presidente do CIGA e prefeito de São Martinho, Robson Jean Back.

Como funcionará a parceria?

A fiscalização nos canteiros de obras – em especial, edificações de múltiplas unidades habitacionais, comerciais ou de serviços onde são executados projetos e obras de reformas – faz parte da rotina de apuração de infrações relacionadas ao exercício profissional. Atualmente, esta demanda chega à fiscalização do CAU/SC por meio de denúncias ou da ação dos fiscais, responsáveis por vistoriar os locais onde são realizadas atividades técnicas referentes à arquitetura e urbanismo. 

Durante a fiscalização, os agentes verificam se as atividades técnicas encontram-se devidamente registradas e sob a responsabilidade técnica de profissional habilitado. Em caso de irregularidades, a situação é notificada ao Conselho. Com a assinatura da parceria, o CIGA disponibilizará ao CAU/SC o acesso – sem custo – aos dados de aprovação de projetos e alvarás em praticamente todos os municípios catarinenses. 

A medida permitirá mapear os canteiros de obras existentes em todos os municípios. Isso será possível a partir de uma ferramenta digital por georreferenciamento. Com essas informações o Conselho poderá agilizar e qualificar as ações de fiscalização de reformas e construções. Portanto, será muito mais rápido e fácil garantir a responsabilidade técnica na prestação de serviços de arquitetura e urbanismo, oferecendo maior segurança à sociedade. 

Sistema de geointeligência

Em contrapartida, as prefeituras poderão utilizar o sistema de geointeligência do CAU/SC (IGEO) para terem acesso a informações de RRTs (Registros de Responsabilidade Técnica), por exemplo, com o objetivo de simplificação do serviço público e a melhoria da qualidade e fidedignidade dos dados constantes das bases de dados.

O presidente do CIGA destaca como vantagem o fato de padronizar as informações e manter uma única interface. Já para a presidente do CAU/SC, Daniela Pareja Garcia Sarmento, a parceria representa uma mudança no modelo de monitoramento, que passa a ser digital. “Essa parceria vai multiplicar a eficiência do serviço, sem falar que com o uso do sistema será possível reduzir custos com a fiscalização. Além disso, também favorece para conscientizar a sociedade e os gestores públicos sobre a importância da fiscalização das obras”, ressalta o presidente do CAU/BR, Luciano Guimarães. 

Foto: Divulgação/Shutterstock

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support