CIGA participa de workshop sobre combate à sonegação fiscal

A Secretaria de Estado da Fazenda de Santa Catarina realizou na semana passada um workshop sobre “Novas Práticas no Combate à Sonegação Fiscal”. O evento reuniu cerca de 100 auditores fiscais que atuam tanto no âmbito estadual, quanto federal, em 14 estados do país.

Os representantes do Consórcio de Informática na Gestão Pública Municipal – CIGA no workshop foram o diretor executivo, Gilsoni Lunardi Albino, o analista de sistemas Rodrigo Valceli Raimundo e o fiscal de tributos do município de Biguaçu, Leandro Francisco Torquato, que integra a Câmara Técnica Tributária do consórcio.

“O CIGA foi convidado a participar deste evento principalmente pelo processamento de dados do Simples Nacional e do G-Nota, que simplifica o registro das operações de prestação de serviço dos estabelecimentos dos municípios”, explicou Gilsoni Lunardi Albino.            

combate à sonegação fiscal

Como usar a tecnologia para o controle do fisco

O secretário da Fazenda, Almir Gorges, ressaltou que fisco e contribuintes não estão em lados opostos, mas são elos da mesma corrente. “Quando ambos perceberem que estão do mesmo lado, todos seremos mais fortes e justos”, resumiu Gorges. O Sistema de Administração Tributária – SAT é um exemplo de solução que reduz a distância entre contribuintes e o fisco.

Durante o encontro também foram apresentadas as soluções tecnológicas usadas por outras Estados, como Alagoas, Bahia, Maranhão e Pernambuco. A Receita Federal apresentou alguns benefícios de usar o business intelligence (BI) e conceitos de Internet das Coisas (IoT) no âmbito fiscal.

Segundo Leandro Francisco Torquato, o evento foi de alto nível, que se destacou pela organização e qualidade das informações. “Contamos com a presença de algumas das maiores mentes da fiscalização tributária do país, isso nos permite visualizar os avanços que a tecnologia está nos proporcionando no combate à sonegação fiscal”, afirmou.


Fotos: Divulgação