Software para gestão escolar oferece informações em tempo real

A gestão educacional é repleta de desafios e quando se trata do ensino público, os obstáculos são ainda maiores. No entanto, a tecnologia é uma aliada para simplificar a rotina escolar. Um exemplo de solução é o Erudio, sistema desenvolvido pelo Centro Tecnológico de Informação e Modernização Administrativo de Itajaí (CTIMA).

Por meio de um acordo firmado entre o Consórcio de Informática na Gestão Pública Municipal (CIGA), Secretaria Municipal de Educação de Itajaí e Consórcio Intermunicipal Serra Catarinense (CISAMA), o Erudio será disponibilizado gratuitamente para outros municípios catarinenses.

Conheça o Erudio

O Erudio foi desenvolvido considerando as características do ensino público brasileiro. Sua proposta é simplificar a gestão administrativa de uma unidade de ensino ou de uma rede escolar. Para isso, o software permite criar e gerir cursos, etapas e turmas. Além disso, também possui sistemas de avaliação, calendário escolar, matrícula de alunos e funcionários e diário escolar.

Segundo o diretor executivo do CIGA, Gilsoni Lunardi Albino, o sistema promove o acompanhamento dos processos escolares em tempo real, tanto controles de classe e professores, quanto demandas da secretaria. “O Erudio é bem abrangente e isso amplia o tempo de resposta do processo educacional, promovendo vários avanços para a gestão escolar”, afirma.

Software para gestão escolar na prática

A proposta do acordo entre CIGA, Itajaí e CISAMA é cooperar mutuamente para o aperfeiçoamento do software de gestão escolar. Além da distribuição da ferramenta para outras regiões do Estado, a intenção é também inserir novos indicadores. Um exemplo é inserir no sistema informações como custos com transporte e merenda escolar. Tornando o sistema ainda mais completo e relevante.

O funcionamento do Erudio já foi apresentado ao CIGA e ao CISAMA por uma equipe do município de Itajaí. O próximo passo é iniciar a distribuição do sistema, inicialmente aos municípios da Serra Catarinense. A responsabilidade do CIGA será dar suporte aos municípios interessados em aderir ao sistema.

Segundo o secretário do CTIMA, Murilo Sodré de Souza, desde que o Erudio foi implantado outros municípios demonstraram interesse em implantá-lo. Porém, a Prefeitura de Itajaí não tinha como treinar e oferecer suporte para a implantação e uso do sistema.

Sobre o desenvolvimento do Erudio

O Erudio foi totalmente desenvolvido por servidores do  município de Itajaí, que trabalhou no projeto durante dois anos. A estimativa é que se o sistema tivesse sido licitado o custo teria sido em torno de R$ 1 milhão de reais. Também vale ressaltar que este não é o primeiro software voltado para a educação desenvolvido pelo município. O primeiro sistema criado por Itajaí se chamava i-educar, recebeu prêmios e o reconhecimento nacional e atualmente é utilizado por mais de 100 municípios brasileiros.

 

Foto: Lex Photography